Resenha: The Amateurs - Sara Shepard

quarta-feira, 11 de outubro de 2017
24974965"Eu preciso de algumas respostas sobre a minha irmã. Por favor, me ajudem...". Há cinco anos atrás, a estudante Helena Kelly desapareceu do quintal de sua casa, em Dexby, Connecticut, e nunca mais foi vista. Sua família teve que conviver com isso sem nunca haver recebido sequer um bilhete, e nenhuma resposta, sobre o porquê e quem matou Helena. Quando Seneca Frazier, uma estudante de dezoito anos, recebe a mensagem desesperada de alguém no fórum de casos arquivados, ela sabe que deveria tentar mudar as coisas. Na verdade, foi exatamente o popular caso do desaparecimento de Helena Kelly o que fez Seneca se sentir atraída em investigar de maneira amadora crimes não resolvidos. Essa foi a razão que a fez se tornar um dos membros mais ativos do Fórum de Casos Arquivados on line. Determinada em encontrar novas pistas no caso de Helena, ela aceita passar um feriado estudantil em Dexby, trabalhando no caso com a ajuda de sua melhor amiga no fórum dos casos arquivados, Maddy Wright. No entanto, no mesmo momento en que ela pisa na cidade de Dexby, muitas coisas saem do planejado e passam a dar errado. Maddy não é exatamente quem ou como ela esperava que fosse, e a irmã de Helena, Aerin, parece estar à ponto de desistir em aceitar qualquer ajuda. Além disso, Seneca também esconde seu próprio segredo, um segredo que poderia interferir na investigação caso saia à luz. Junto à Brett, outro usuário ativo do fórum, eles começam letamente a desentranhar os estranhos segredos que Helena ocultou semanas antes de seu desaparecimento. Mas o assassino está à espera... e parece determinado em fazer com que esse continue sendo um caso arquivado.  
❤ Autor:  Sara Shepard   ❤ Páginas: 320     Editora: Disney-Hiperion


Mais uma vez não consegui resistir e a brilhante Sara Shepard entrou na minha lista de leituras. Essa é a minha segunda leitura em Inglês (a primeira foi uma biografia) e confesso que apesar de ter alguma dificuldade em entender algumas palavras, num contexto geral foi uma leitura que fluiu bem e que conseguiu me prender até o final. E que final...

The Amateurs segue a mesma fórmula de outros livros já publicados pela autora. Um assassinato, um grupo de jovens que decide investigar por sua própria conta e um assassino disposto à atormentá-los de todas as maneiras possíveis. Em qualquer livro da autora, a sombra da sua obra-prima mais famosa Pretty Little Liars parece estar sempre à espreita, mesmo assim, apesar de usar a mesma fórmula de sempre, devo reconhecer que Shepard consegue com maestria manter o interesse do leitor. Seus mistérios são muito bem planteados, o argumento é bom e consistente, seus personagens são diferentes entre si e ao mesmo tempo parecem complementar-se, formando um grupo heterogêneo e bastante interessante, e o final é cheio de reviravoltas e momentos dramáticos, nos deixando com a curiosidade para seguir lendo a próxima continuação da série (que será publicada em Novembro de 2017, em Inglês).

Helena Kelly era uma jovem alegre e popular de Dexby. Uma garota aparentemente perfeita. Mas quando Helena desaparece misteriosamente e seu cadáver é encontrado algum tempo depois, a vida da familia Kelly desmorona, especialmente a vida da irmã caçula Aerin, que não consegue entender como sua irmã foi assassinada de maneira tão brutal.
Cinco anos depois, Aerin ainda sente o peso da morte de Helena. E por essa razão ela resolve pedir ajuda em um fórum conhecido na Internet, de detetives amadores dispostos a solucionar antigos casos arquivados. 
O caso de Helena Kelly chama a atenção de Seneca, uma garota de Maryland que entende diretamente a dor de Aerin. A mãe de Seneca também foi morta brutalmente, de maneira misteriosa. Seneca, juntamente com um casal de irmãos de Dexby, Maddox e Madison, e um amigo dos Casos Arquivados, Brett, vão unir forças para investigar o assassinato de Helena e assim de uma vez esclarecer o crime brutal.
Quanto mais os adolescentes remexem no passado de Helena, mais segredos escuros saem à luz e Aerin descobre que a pessoa que achou que conhecia pode ser muito diferente da verdadeira Helena.
Além disso, alguém parece estar incomodado com a investigação do grupo e parece estar disposto a acabar com qualquer nova descoberta que possa surgir.


Num primeiro momento, The Amateurs demorou pra me prender. Sara Shepard nos dá muitas descricoes, e seus personagens são na maioria das vezes jovens bem sucedidos, de familias ricas e sofisticadas. E para ajudar-nos a visualizar por completo esse mundo de glamour e poder, Sara utiliza vários capitulos apenas para narrar a vida privilegiada e de excessos de cada um de seus personagens. Depois de um certo momento, isso pode se tornar cansativo para o leitor. Especialmente para quem já leu outras séries da autora e já está acostumado com esse tipo de personagens. 
O grupo de protagonistas é bem diferente em quanto às suas personalidades e particularidades. De todos, Aerin foi com quem mais pude conectar, já que demonstra ser uma menina forte, mas que ao mesmo tempo deve lidar com duvidas e uma insegurança latente. 
Seneca passou por um grande trauma, e pode ser um pouco dura, rude e confusa, mas foi um personagem que passa por uma grande evolução até o final e me surpreendeu para bem, assim como Madison, a típica "it girl" que aos poucos consegue ganhar a simpatia do leitor. Brett e Maddox também são interessantes, embora ao meu ver resultaram em personagens um pouco mais fracos.

A narrativa de Shepard continua seguindo o mesmo estilo de outras séries que a tornaram famosa, e a ambientação segue sendo um dos pontos fortes da trama já que Shepard à todo momento procura trazer-nos detalhes que ajudam o leitor à situar-se neste mundo suntuoso e cheio de segredos por trás dos bastidores.
O final foi espectacular, a autora introduz várias reviravoltas que manterão o leitor em suspense por todo o momento, permitindo-nos ler os últimos capitulos sem sequer sentir o passar das páginas.

Certamente, The Amateurs segue o estilo de outros livros de Sara mas, ao mesmo tempo, possui algo de inovador, ao focar-se muito mais na investigação do crime do que em aspectos da vida pessoal de cada personagem. Se agradece que desta vez Shepard tenha mantido o foco constante no mistério planteado desde o inicio, permitindo ao leitor formar as suas próprias teorias para depois fazer-nos duvidar de cada uma de nosssas próprias conclusoes ao passo de cada capítulo.



Alice Duarte
25 invernos, Mãe de dois, Casada, Leitora compulsiva, Drama queen, Fashion victim, Coffee addict, Intento de blogueira. Autora do blog Um Blog Litteraire.


Decepções literárias

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Olá galera, tudo bom com vocês? Eu andei afastada do blog devido a alguns problemas pessoais que tive e a minha correria em relação a faculdade, mas agora estou de volta e vocês vão ver bastante postagens minhas a partir de agora (hahaha). Para começar, hoje eu trouxe algumas das minhas decepções literárias, é um post polêmico porque as vezes o que não rolou para mim pode ter rolado para você, mas eu vou tentar explicar o porquê de não ter gostado dos livros, espero que vocês gostem e me contem nos comentários quais foram as decepções de vocês.


Sarah Fernandes
Capricorniana, futura Arquiteta, amante dos livros, louca por um bom filme e uma bela xícara de café.


Resenha: O Casal que mora ao lado

quarta-feira, 4 de outubro de 2017
O Casal Que Mora ao LadoÉ o aniversário de Graham e a sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a sua esposa, afinal, ela nucna sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco ganrante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço, afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletronica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta e Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores. 




❤ Autor:  Shari Lapena   ❤ Páginas: 294     Editora: Record


Anne é uma mãe de primeira viagem, insegura en su rol como esposa e ainda mais insegura em seu rol como mãe. Desde o nascimento de sua bebê Cora, Anne sofre de uma leve depressão pós parto e como se fosse pouco sente sua estima pouco à pouco decair mais. Especialmente na noite em que Anne junto ao seu marido Marco saem para jantar na casa dos vizinhos do lado, Graham e Cynthia. Tratando-se da casa bem ao lado, eles não pensam que será complicado deixar a pequena Cora dormindo sozinha por alguns instantes, afinal, à cada trinta minutos eles se alternam para certificar-se de que a pequena encontra-se bem. Porém, quando Anne e Marco retornam para casa, se deparam com o pior de seus pesadelos, Cora desapareceu de onde dormia, não há bilhetes, não há evidências e nenhuma testemunha.


O Casal que mora ao lado é um suspense psicológico voltado maiormente à um novo subgênero de livros de mistério, o domestic noir, que são história ambientadas dentro da própria residência do personagem. O livro nos apresenta uma mãe insegura e atormentada, que se sente culpada por haver deixado sua pequena filha sozinha por alguns instantes e um pai que tenta lidar com a esposa enferma e a filha pequena desaparecida. 
Narrado em terceira pessoa, conheceremos aqui três pontos de vista distintos, o de Anne, o de Marco e também o do investigador do caso, o detetive Rasbach.

Confesso que tive dificuldade com a narração em terceira pessoa. São poucos os livros que leio em terceira pessoa e me resulta dificil de inicio centrar-me na história e nos personagens através da voz deste narrador oculto que sabe todo o que está pasando. No entanto, a história está bem desenvolvida, e a tensão permanente consegue manter-se até o final. A autora introduz muitas reviravoltas na trama, que desmontam qualquer teoria inicial, e nos permite suspeitar de todos os personagens. Justamente por ser uma narrativa em terceira pessoa fica mais dificil conhecer à fundo os personagens e como consequência, terminamos por suspeitar até mesmo daqueles que deveriam soar como inocentes. 
Shari Lapena sabe jogar com a mente do leitor, e através das conclusoes de Rasbach por exemplo recebemos pequenas pistas que podem ou não ser verdadeiras ao final.
Achei interessante a maneira como o caso vai ganhando um contorno cada vez mais sombrio, até o ponto em que fica dificil para o leitor visualizar um final para este caso tão intrincado.

Imagen relacionada

No entanto, houve algo que me desconcertou bastante e foi precisamente o seu final. Não termino por entender porque a autora quis incluir coisas que, ao meu ver, foram desnecessárias à trama. É que a autora poderia ter encerrado de maneira magistral a trama em seu penultimo capitulo, no entanto prefiriu acrescentar um ultimo capitulo que, na minha honesta opinião, deixa a trama com um tremendo cabo solto sem responder à certas questoes já planteadas desde a metade da história.

Ainda assim, O casal que mora ao lado foi um suspense que conseguiu me prender e me manter em constante estado de alerta, esperando por uma pista da autora para desvendar o responsável pelo sequestro da pequena Cora. 
Seguramente indico este suspense para todos os que, como eu, não estão habituados a ler muita novela policial. A trama é interessante, imprevisivel e em certos momentos até mesmo sombria, perfeito para aqueles que estão iniciando a ler histórias do gênero.



Alice Duarte
25 invernos, Mãe de dois, Casada, Leitora compulsiva, Drama queen, Fashion victim, Coffee addict, Intento de blogueira. Autora do blog Um Blog Litteraire.


Seis Livros Que Adicionei a Minha Lista de Leitura Recentemente

terça-feira, 3 de outubro de 2017
leitores tudo bem com vocês?
Finalmente o mês de outubro chegou, já não era sem tempo. Hoje vou compartilhar todos os livros que serão resenhados no mês de outubro ( se tudo der certo, amém!) e que recentemente chegaram na minha humilde residência e falta mais um,  uma longa viagem a um pequeno planeta hostil, aguardando ansiosamente <


As vezes eu paro e fico olhando para este livro, sem acreditar que finalmente vou poder lelo.


Eu já iniciei a leitura de Frankestein  e estou amando! Esta sendo diferente de tudo que eu imaginava, merece todo o sucesso que tem viu? Em breve conto minha opinião para vocês.
Ingrid Micthell
Escorpiana, 23 anos, apaixonada por livros e uma boa musica, um desejo? Inverno para uma vida inteira! Sonho em ser publicitaria, criei o blog com intenção de levar a todos minha experiências nos muitos personagem e historias que me transforma em cada livro.


Resenha: O Coração da Esfinge - Colleen Houck

sexta-feira, 29 de setembro de 2017
Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.

                                Esta resenha contém spoiler do primeiro livro. 

                  ❤ Autor: Colleen Houck  ❤ Páginas: 357    Editora: Arqueiro
Lily Young, recém voltou de uma aventura como salvadora do mundo. Ela e Amon, um antigo príncipe egípcio, correram grandes perigos com objetivo de liberta Asten e Ahmose (irmãos de Amon) para realizar a cerimonia. Durante a viajem Lily e Amon se apaixonaram, mas por infelicidade do destino tiveram que se separar. 

Amon deixou Lily com um dom muito especial que os conecta através de diferentes mundos. Depois de dizer adeus ao amor de sua vida, Lily viaja para casa de sua avó em busca de conforto, mas em vez disso ela começa  ter sonhos com Amon e logo descobre que seu amado decidiu evitar seus deveres e viver o resto de seus dias no submundo. Infelizmente Amon não pensou que sua escolha afetaria seus irmãos e toda a humanidade! Então  Lily deve viajar para o submundo  e tentar salva-lo.
"Lily era a única amarra que ainda o ligava ao caminho por onde andava. A única razão por que não se entregava ao próximo plano de existência.  Onde quer que isso fosse."
Exemplar cedido pela editora.
Ingrid Micthell
Escorpiana, 23 anos, apaixonada por livros e uma boa musica, um desejo? Inverno para uma vida inteira! Sonho em ser publicitaria, criei o blog com intenção de levar a todos minha experiências nos muitos personagem e historias que me transforma em cada livro.
 
© Blog Resenha Atual - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda Tecnologia do Blogger.
imagem-logo